segunda-feira, 11 de junho de 2012

Seria mentira se eu falasse que a minha vida parou depois que tudo que havia de bom em mim morreu.
Ela continuou. Ela sempre continuou.
Eu que fiquei parada. Perdi tanta coisa em vão.
(não tenho conseguido terminar meus textos, talvez por falta de vontade saber o se passa comigo, porque isso não importa, não para mim, enfim, quem sabe eu continue a escrever..)

Sem comentários:

Publicar um comentário