domingo, 8 de maio de 2011

Me conhece ? Sabe no que eu acredito ou deixo de acreditar? Sabe que eu nunca acreditei no amor porque simplesmente não conheci ninguém que conseguisse me provar de verdade. E se eu conheci, essa pessoa não está mais aqui hoje. Eu sou feita de sonhos, erros. Muitos erros. Teimosa, gosto de quando me ouvem. E me respeitam. Gosto de andar por ai, sair sozinha pela cidade, andar de metro, falo sozinha as vezes. Converso com a lua e canto para as estrelas. Me perco nos meus pensamentos de uma forma tão insana que acabo rindo sozinha das coisas que eu penso. Imagino coisas que nunca vou acontecer. E acontecem cosias na minha vida que eu jamais imaginei, as vezes boas, ou ruins. Mas acontecem e me conforta o fato de ser real. Basta isto. Ser real já é o suficiente para mim. Eu conto mentiras, para mim mesma. Já tentei me esconder do sol porque sentia que minhas mentiras estariam sendo libertadas de mim mesma. Mas eu não consigo me libertar delas. Eu amo uma pessoa, amo mais do poderia amar. Não melancolicamente. É um amor bom, que faz bem. As vezes frio como meu coração e quente como minhas palavras. As vezes de desmancha no vento mas volta forte como uma pedra. O amo. Eu sou tudo e não sou nada. Sou confusa e gosto de quando alguém ouve o que eu tenho a dizer. Mas enquanto não tenho alguém para me ouvir eu tenho minhas palavras. Que me tiram a angústia. Me libertam de mim mesma.

Sem comentários:

Publicar um comentário